fale conosco

ConJur

30/01/2019

FONTE: ConJur - Matéria acessada em 30/01/2019

Com base em lei estadual, um juiz de Goiânia considerou abusivo o desconto de empréstimo consignado em folha de pagamento superior a 30% da remuneração líquida de um servidor.

No caso, um policial militar assinou contrato de empréstimo consignado em folha de pagamento com um banco, mas as cobranças ultrapassaram 30% de seu salário.

Leia mais: https://bit.ly/2sBI03S